HomeRádio Vaticano
Rádio Vaticano   
Outras línguas  

     Home > Igreja > 2013-05-11 10:32:25
A+ A- imprimir



Mensagem do Papa Francisco à Conferência Episcopal Francesa: "Diaconia 2013: sirvamos a fraternidade"



O Santo Padre enviou nesta quinta-feira, 9 de maio, à Conferência dos Bispos de França reunidos em Lourdes junto da Gruta de Massabielle, uma mensagem assinada pelo Cardeal Tarcisio Bertone, Secretário de Estado da Santa Sé. O encontro insere-se no âmbito da iniciativa “Diaconia 2013” e tem como tema “sirvamos a fraternidade”. Participam no encontro Bispos, sacerdotes, diáconos, religiosas e religiosos e fiéis representando todas as dioceses da França, para reflectir sobre a iniciativa deste ano, fortemente inspirada na encíclica Deus Caritas est.
Na mensagem, o Santo Padre dirige antes de tudo cordiais e afectuosas saudações aos participantes associando a sua alegria à daqueles e aquelas que, vivendo num grande sofrimento como a precariedade, o abandono, a humilhação e a solidão, encontram na igreja um serviço de amor fraterno, de encontro e escuta.
No final deste tempo pascal – continua a mensagem - em que Cristo através da sua morte e ressurreição, manifestou a sua vitória, Ele definitivamente venceu a morte e o mal e a Igreja vive deste mistério pascal e manifesta por sua vez este amor vencedor exercendo a sua tríplice missão: "o anúncio da Palavra de Deus, a celebração dos sacramentos e o serviço da caridade. Trata-se de três tarefas, insiste a mensagem, que chamam uma pela outra e não podem ser separadas entre si". A diakonia, da qual o primeiro responsável é o Bispo, é o serviço da caridade, com uma atenção privilegiada aos que mais sofrem, os pobres.
Na sua análise da grave crise financeira, económica e ecológica que aflige o mundo actual, particularmente os mais vulneráveis, crise que vem num terreno já minado por ideologias de sucesso individual, desempenho e concorrência que debilitam ulteriormente a sociedade e agravam a pobreza, a mensagem do Papa esclarece que a verdadeira causa da crise é provocada por concepções antropológicas e éticas erradas em que o homem já não é visto como imagem de Deus. A contribuição da Igreja é, pois, de levar à sociedade um amor criativo que resiste ao fatalismo porque animado pela esperança que nos vem de Cristo ressuscitado.
E por fim o Papa Francisco encoraja a todos os fiéis da Igreja em França e a todos os participantes ao encontro a abrir as portas das suas comunidades para que, animadas pelo sacramento do amor, elas se tornem em lugares de encontro e de caridade para todos os que procuram uma mão fraterna e que a Igreja, a exemplo de Cristo, acolha e acompanhe todos os que são esmagados pelas provas da vida.




Compartilhar






Quem somos Horário dos programas Escreva à redação Produção RV Outras línguas Santa Sé Cidade do Vaticano Celebrações litúrgicas do Papa
All the contents on this site are copyrighted ©. Webmaster / Credits / informações legais / Publicidade