HomeRádio Vaticano
Rádio Vaticano   
Outras línguas  

     Home > Igreja > 2013-10-20 13:04:33
A+ A- imprimir



República Centro-Africana: apelo do Arcebispo de Bangui à ONU para a paz no País



"A situação na República Centro- Africana está a piorar de dia para dia" - é o alarme lançado pelo arcebispo de Bangui e presidente da Caritas local, Dom Dieudonné Nzapalainga. Próxima segunda-feira , 21 de Outubro, o arcebispo viajará para Genebra , na sede das Nações Unidas, para um encontro com os diplomatas e organizações humanitárias em relação à crise daquele País africano. De facto, a partir de Dezembro de 2012, a República Centro- Africana é palco de uma revolta de grupos rebeldes que tomaram o poder em 24 de Março num golpe de Estado, depondo o ex-presidente François Bozizé. Desde então, o ex-chefe da coalizão Seleka, Michel Djotodia, presidente autoproclamado, e o governo de transição não conseguem restaurar a ordem no imenso território. Segundo os últimos dados da ONU, 1,6 milhões de centro-africanos, cerca de um terço da população, precisa de ajuda humanitária urgente, enquanto que mais de 270 mil são deslocados internos ou refugiados nos países limítrofes.
Neste contexto , o arcebispo Nzapalainga lançará um apelo para reforçar o papel da missão de paz da União Africana , e assim tentar restabelecer a segurança no País. "As violências perpetradas até agora – sublinha o prelado – são inumeráveis; foram mortas pessoas, casas foram queimadas, e mulheres foram sequestradas pelos rebeldes, cujo número passou, do mês de Março até agora, de 3.500 para 25.000". O arcebispo de Bangui denuncia em seguida o recrutamento de menores para as fileiras dos rebeldes, enquanto a população se está a organizar com armas improvisadas para se defender dos ataques. “É um barril de pólvora", explica Dom Nzapalainga exortando, depois, em nome da Cáritas, a todos os líderes religiosos, cristãos e muçulmanos, a unir as forças para promover a paz no País. Um ulterior apelo é lançado à comunidade internacional para que "apoie as operações humanitárias; estabeleça uma Comissão eleitoral independente para organizar eleições credíveis; investigar as violências perpetradas e garantir a tutela da população civil".




Compartilhar






Quem somos Horário dos programas Escreva à redação Produção RV Outras línguas Santa Sé Cidade do Vaticano Celebrações litúrgicas do Papa
All the contents on this site are copyrighted ©. Webmaster / Credits / informações legais / Publicidade