HomeRádio Vaticano
Rádio Vaticano   
Outras línguas  

     Home > Igreja > 2013-10-25 11:00:07
A+ A- imprimir



“Episcopado é serviço, não honra”: Papa Francisco na ordenação episcopal de Dom Gloder e Dom Speich



Amem os presbíteros e os diáconos, os pobres e os indefesos e velem com amor pelo rebanho inteiro. Foram algumas das exortações feitas pelo Papa Francisco durante a Missa de ordenação episcopal do presidente da Pontifícia Academia Eclesiástica, Dom Giampiero Gloder, e do Núncio apostólico na República de Gana, Dom Jean-Marie Speich, celebrada na tarde desta quinta-feira na Basílica de São Pedro. O Santo Padre leu o texto da homilia ritual, prevista no Pontifical Romano para o rito da Ordenação episcopal, fazendo espontaneamente alguns acréscimos.

Papa: "Quereis pregar, com fidelidade e perseverança, o Evangelho de Cristo?"
Eleitos: "Sim, quero!"

Seguindo a antiga tradição dos Santos Padres, essas e outras perguntas foram dirigidas aos dois ordenandos, antes da homilia da celebração.

Os Bispos, "custódios e dispensadores dos ministérios de Cristo", disse o Papa Francisco, são chamados a seguir o exemplo do Bom Pastor e a servir ao povo de Deus.

Como se recorda no Pontifical Romano, ao bispo "compete mais o servir do que o dominar": "De fato, Episcopado é o nome de um serviço, não de uma honra. Sempre em serviço, sempre a serviço."

Após ter exortado a anunciar a Palavra em todas as ocasiões, oportuna e inoportunamente – como se lê no Pontifical Romano – o Santo Padre recordou a centralidade da oração sublinhando que: "Um bispo que não reza é um bispo na metade do caminho. E se não reza ao Senhor acaba no mundanismo".

O serviço alimentado pela Palavra – acrescentou o Pontífice – deve ser orientado pelo amor: "Amem, amem com amor de pai e de irmão todos aqueles que Deus vos confiou. Em primeiro lugar, amem os presbíteros e os diáconos. São vossos colaboradores, são, para vós os mais próximos dos próximos. Jamais façam um presbítero esperar, esperar uma audiência, respondam imediatamente. Estejam próximos deles. Mas amem também os pobres, os indefesos e aqueles que precisam de acolhimento e de ajuda. Tenham grande atenção por aqueles que não pertencem ao único rebanho de Cristo, porque também estes lhes foram confiados no Senhor. Rezem muito por eles".

Além de servir e amar, os Bispos são chamados a velar "pelo rebanho inteiro", em nome do Pai, de seu Filho Jesus Cristo e do Espírito Santo que dá vida à Igreja, concluiu o Papa Francisco.




Compartilhar






Quem somos Horário dos programas Escreva à redação Produção RV Outras línguas Santa Sé Cidade do Vaticano Celebrações litúrgicas do Papa
All the contents on this site are copyrighted ©. Webmaster / Credits / informações legais / Publicidade