HomeRádio Vaticano
Rádio Vaticano   
outras línguas  

     Home > Igreja > 2014-01-29 12:36:44
A+ A- imprimir



Síria: missas e vigílias pelo Pe. Dall'Oglio, seis meses depois do seu sequestro



Raqqa (RV) – Seis meses atrás, em 29 de julho de 2013, o jesuíta romano Paolo Dall'Oglio (foto) foi sequestrado em Raqqa, cidade da Síria controlada pelas milícias islamistas do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIL).

Desde então, não se há mais notícias do religioso italiano. Passados seis meses do sequestro, em várias cidades do mundo foram anunciadas missas e vigílias de oração para invocar do Senhor o dom da sua libertação, junto a de outros sequestrados no país martirizado pelo conflito.

Milão, Roma, Beirute, Berlim, Bruxelas, Doha, Dubai, Genebra, Grenoble, Montreal, Paris, Londres são algumas das cidades que aderiram a vigílias e missas pela intenção do jesuíta. A iniciativa é promovida por membros e simpatizantes da comunidade monástica de al Khalil – aberta por Dall'Oglio no mosteiro sírio de Deir Mar Musa.

“Somos como uma família síria ou iraquiana que sofre a ausência de uma pessoa querida”, escrevem os monges e monjas da Comunidade, numa mensagem enviada à Agência Fides.

Sobre o paradeiro do jesuíta, a Rádio Vaticano entrevistou o Núncio Apostólico em Damasco, Dom Mario Zenari:

D. Zenari:- Não temos qualquer notícia do padre Dall’Oglio! Às vezes, circulam algumas informações, mas não se sabe se são verdadeiras ou falsas. Infelizmente, passaram-se seis meses… Daqui a algumas semanas serão 12 meses que desapareceram outros dois sacerdotes, sempre nas proximidades de Aleppo, um armênio católico e um greco-ortodoxo; daqui três meses será um ano do sequestro de dois bispos ortodoxos. De todas essas pessoas não se têm, infelizmente, nenhuma notícia.

Enquanto isso, em Genebra, serão retomadas nesta quarta-feira as negociações entre governo e oposição. Na terça, as delegações anularam, por “divergências”, a sessão vespertina. A oposição continua a pedir a saída do Presidente Assad, enquanto o governo reiterou que o presidente sírio é “uma garantia para superar a crise”.

(BF)




Compartilhar






Quem somos Horário dos programas Escreva à redação Produção RV Outras línguas Santa Sé Cidade do Vaticano Celebrações litúrgicas do Papa
All the contents on this site are copyrighted ©. Webmaster / Credits / informações legais / Publicidade