HomeRádio Vaticano
Rádio Vaticano   
Outras línguas  

     Home > Igreja > 2014-02-04 11:57:51
A+ A- imprimir



Igreja Brasileira colabora com a formação de docentes na Guiné-Bissau



A Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) enviou uma equipe à Diocese de Bafatá, na Guiné-Bissau, para formação de professores das escolas da missão católica.

A pedido do Bispo de Bafatá, Dom Pedro Carlos Zilli, e da missionária brasileira Irmã Ana Lúcia dos Santos, o grupo ministrará, até o próximo dia 9 de fevereiro, o curso de formação humana com objetivo de capacitar os educadores para um saudável relacionamento entre aluno e docente, por meio de técnicas psicopedagógicas.
A equipe é formada por quatro membros: a assessora da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária, Irmã Dirce Gomes da Silva; a religiosa do Instituto das Irmãs de Instrução Cristã de Maringá, Irmã Cleonice; a assistente social Márcia Muniz, e o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, Pe. Nelito Dornelas.

Segundo a Irmã Ana Lúcia, a educação é um dos grandes desafios que o povo guineense enfrenta em meio à instabilidade social, política e econômica do país. "Essa formação vai despertar no professor o gosto pelo ensino em sala de aula, contribuindo para autoestima, autoconhecimento e orientação para uma pedagogia do afeto", comentou.

Para o Pe. Nelito Dornelas, colaborar na formação de professores que se dedicam com grande amor à causa ficando até oito meses sem receber salário dos órgãos públicos e, mesmo assim, manter a serenidade e o compromisso com a educação "é um grande aprendizado e uma oportunidade para ajudá-los numa nova consciência de classe e transformação social". O Bispo de Bafatá, Dom Pedro Zilli, considera a missão "uma valiosa ajuda à obra missionária que está sempre incompleta e, portanto, necessita de novas contribuições".

Dos professores locais, os missionários já recebem os agradecimentos. O docente Idrissa Djedjo agradeceu aos formadores "por terem disponibilizado os seus meios econômicos e pessoais que permitem a materialização desta formação".

A formação se realiza nas regiões de Bafatá, Quinara e Tombalim, para um total de 181 professores. (com Programa Brasileiro)







Compartilhar






Quem somos Horário dos programas Escreva à redação Produção RV Outras línguas Santa Sé Cidade do Vaticano Celebrações litúrgicas do Papa
All the contents on this site are copyrighted ©. Webmaster / Credits / informações legais / Publicidade